"Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento." (Felipenses 4:8)

sábado, 6 de agosto de 2011

Saudade do meu pai...

Pai!
Pode ser que daí você sinta
Qualquer coisa entre
Esses vinte ou trinta
Longos anos em busca de paz...

Pai!
Pode crer, eu tô bem
Eu vou indo
Tô tentando, vivendo e pedindo
Com loucura prá você renascer...

Pai!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

Pai!
Me perdoa essa insegurança
É que eu não sou mais
Aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu...

Pai!
Eu cresci e não houve outro jeito
Quero só recostar no teu peito
Prá pedir prá você ir lá em casa
E brincar de vovô com meu filho
No tapete da sala de estar
Ah! Ah! Ah!...

Essa música expressa exatamente o que minhas palavras hoje não conseguem descrever. Há 25 anos meu pai fez sua viagem ao outro plano. Desejo a cada dia que ele esteja entre luz e paz. Pai... Te amo muito, saudade.

2 comentários:

Deca disse...

Eu sei o que é isso Janaina. O meu pai fez a sua viagem há 4 anos, meu filho há quase 2 anos. É uma saudade infinita. Bjks,

Andrea disse...

Amei o seu blog muito lindo. Esta foto com sua família conheço bem este local é a minha terrinha sou de Maceió-Al e todos os anos em janeiro estou na sua terra. bjs
vamos trocar figurinhas qd eu for aí.
visita meu blog http://andreascrapbookartes.blogspot.com